Ensine alguém que aprenderas mais

Ensine alguém que aprenderas mais

August 06, 2018

A alguns dias atrás, escrevi sobre a importância de criar competências e como essas competências ajudam a aumentar o número de oportunidades nas nossas vidas.

Existem várias formas de criar estas competências. Algumas  pessoas são mais propensas a aprender melhor por via de leitura de livros ou artigos e outras por meio de conteúdos audiovisuais como áudio books e vídeos.

Se perguntares a maior parte das pessoas como é que elas acham que aprendem melhor, podes ter a certeza que terás como resposta uma das duas formas que mencionei acima.

Independentemente de qual das formas as pessoas se sentem mais confortáveis, existe uma terceira forma que não deve ser utilizada no lugar de uma das outras duas mas sim para complementar qualquer seja a preferida.

A terceira forma de que falo, consiste em  aprender ensinando a uma outra pessoa o que sabemos ou o que estamos a aprender.

Esta forma de aprender  é muito difícil porque a maioria das pessoas não acredita que tenha algo a ensinar e quando aprendem algo novo, não se consideram experts o suficientes para ensinar a  uma outra pessoa.

Os dois problemas que colocamos para evitar a prática desta terceira forma de aprender são apenas desculpas que usamos pois:

  • Todos os seres humanos vivem uma vida diferente e com experiências únicas todos os dias. Tu sempre terás algo para me ensinar sobre uma situação que te encontraste hoje pois eu posso precisar desse conhecimento caso me encontre na mesma situação amanhã.
  • Todas pessoas tem formas diferentes de armazenar informação que aprendem. Algumas pessoas com uma memória fotográfica podem memorizar o que aprenderam exactamente como na fonte mas  para o resto do mundo sem estas habilidades, uma parte destes conhecimentos são memorizados mas só serão fortalecendo à medida que vamos praticando o que se aprendeu.

Se estás a aprender algo novo ou te consideras um expert em um determinado tópico, procure formas de partilhar. Ensinar uma outra pessoa vai fazer com que sejas mais crítico e entendas melhor o que estás a aprender para que a pessoas fazer entender a pessoa que te   está a ouvir.

Sempre que repetires  o processo, vais começar a ter um entendimento profundo sobre o tópico e te sentirás muito melhor por ter ajudado uma outra pessoa a melhorar a sua vida de uma forma ou de outra.

Agora que já sabes que sempre podes ensinar algo a alguém e que esse ato vai te ajudar a ser melhor no que fazes, veja 3 formas que podes utilizar para passar esse conhecimento:

  • Escrever artigos: Esta forma de ensinar consiste em partilhar artigos sobre um determinado tópico. Estes artigos podem ser um resumo sobre algo que aprendeste ou partilhar a experiência obtida ao aplicar um determinado conhecimento. Esta forma de partilhar potencialmente irá alcançar várias pessoas.
    Utilize  plataformas gratuitas  como o Wordpress ou Medium para  partilhares os teus artigos.

  • Dar palestras: Esta forma consistem em dar palestras sobre um determinado tópico. Assim como escrever artigos pode ser um resumo ou simplesmente partilha de experiências. Diferentemente de artigos, dar palestras é muito mais divertido e interessante pois é possível interagir com as pessoas que estão a ouvir durante a hora reservada para perguntas e respostas.
  • O maior problema para começar a dar palestras e sobre onde e o que falar. Sendo assim, se já sabes sobre o que falar procure grupos na tua cidade que tenham o mesmo interesse. Caso não encontres nenhum grupo, essa será a melhor oportunidade para começares um em que podes dar palestras e dar a oportunidade a outras pessoas que também queiram fazer o mesmo.

  • Ser mentor: Esta é a forma que mais aprecio pois tive vários mentores e nao conseguiria descrever o quão aprendi com eles. Esta forma consiste em escolher uma pessoa que queremos ensinar e passar todos os nosso conhecimentos para elas. É importante que a pessoa que se escolha para ensinar tenha vontade e inclinação para a área que queres focar na mentoria. Esta forma e a que tem menos impacto no que diz respeito ao número de pessoas que ensinas mas pode ter o melhor resultado a longo prazo pois a pessoa que ensinares pode valorizar o gesto e perpetuar ensinando outras pessoas sobre o mesmo.

  • Espero que estejas convencido de que não deves aprender só para ti e que quanto mais pessoas ensinares mais aprenderas.

    Se já estás pro a fazer beats, leste um novo livro de que estás a espera para ensinar mais uma pessoa?



    Leave a comment